quinta-feira, 5 de maio de 2011

ENTREGA

Hoje acordei e em minha rotina, algumas diferenças. A pasta de dentes, parecia amarga, o café, com gosto de velho, o cheiro do desodorante, adocicado, enjoado, eu estava diferente! A motivação para levantar da cama era inexistente e minhas expectativas estavam resumidas a responsabilidade de prosseguir por não poder recuar. É assim que Deus faz! Meu coração parecia aumentado para suportar um pouco mais de dor e dúvidas, meus ouvidos ouviam condenação e sentenças contrárias, meus olhos não conseguiam ver o dia como forma de esperança e aparentavam as noites mal dormidas e quase nenhum brilho... Mas porque tudo isso?
Meu grande amigo, Pr. Samuel Balbino me perguntou em sua equilibrada e sábia juventude em certa ocasião:
- O que você quer que Deus não te dá Mônica?
Pensei durante alguns dias e ainda assim, não pude respondê-lo. 
O que será então que me faz tão insatisfeita?
As vezes acho que é o fato das coisas não acontecerem como eu quero e quando eu quero!
Se assim o é, que tipo de entrega eu fiz à DEUS?
Em que momento eu morri para os desejos da minha carne?
Quando foi que aceitei a dor como forma de aprendizado e cuidado de Deus, como forma de carinho, com meu amadurecimento e com meu ministério? 
Quando foi que priorizei a vida espiritual e renunciei aos meus caprichos?
Quando foi que agradeci à Deus pelas minhas perdas com a mesma motivação no coração de um milagre que eu tenha recebido?
Não, eu não sou quem eu penso ser! Eu sou bem menos do que posso ser a partir do meu Senhor! 
Eu não sou nada diante do tudo de Deus! Eu não sou e nem serei nada, por mim mesma, porque tudo que sei e sou é Ele quem me convence e É em mim.
Perdoe-me Deus por eu ser como sou. E ainda assim merecer seu amor!
Obrigada Senhor, porque na minha entrega parcial não mora a sua misericórdia por mim. Ao contrário, o seu imensurável amor, cuidado,misericórdia, habita exatamente na minha imperfeição.
A minha dor não é a maior do mundo!
Eu, eu "não cumpro na minha carne o resto das aflições de Cristo."!
EU SOU SIM, a maior prova da FIDELIDADE DE DEUS! 
E ser verdadeiro não faz mal a ninguém!!!
Que o Senhor em sua infinita misericórdia nos faça entender que entrega é renúncia, e só se é capaz de renunciar quando o amor que se tem por Deus for maior do que o que se sente pela própria vida.